80 anos da DC Comics: Descubra agora tudo que você sempre quis saber

Tempo de leitura: 11 minutos

7 Flares Filament.io Made with Flare More Info'> 7 Flares ×

Qual o seu super herói favorito?

Não importa se você é um fã assíduo de quadrinhos e nem mesmo se você é fã da DC Comics. Porque independente de qual o seu super herói favorito você deve agradecer a ela por ter sido pioneira no gênero de quadrinhos.

Numa época onde fãs da DC Comics e da Marvel se degladiam em sites e redes sociais, todos devem reconhecer a importância dessa empresa no mercado.

Em fevereiro de 2015 a DC Comics completou 80 anos de história. Claro que assim com outras empresas não foram oito décadas só de super heróis, mas esses foram os responsáveis pela longevidade da empresa.

Aprenda agora mais sobre o que fez a DC Comics em 80 anos ser um marco na história dos quadrinhos, cinema e TV mundiais.

80 anos de quadrinhos

Começamos em 1935 quando o escritor e major do exército Malcolm Wheeler-Nicholson fundou a National Periodical Publications. Deu-se inicio então a Pré-História da DC Comics.

Pré-História (Antes do Superman)

80 anos da DC Comics - Pré História

Podemos facilmente dividir a história dos 80 anos da DC Comics em dois pontos cruciais, sua inauguração como National Periodical Publications antes do Superman e claro após a criação do personagem.

Mas vamos falar de uma época onde as publicações da editora eram voltadas para tiras curtas de humor.

No inicio houveram duas revistas New Fun Comics e a New Comics, que por terem títulos e conteúdos muito similares causaram confusão no público.

Isso forçou o major Wheeler-Nicholson a mudar os títulos para More Fun e New Adventure Comics.

Já nessa época muitos dos profissionais que trabalhavam na editora demonstravam ter muita qualidade.

Alguns dos novos talentos que faziam parte da National eram Bob Kane (autor de Batman) e a dupla Jerry Siegel e Joe Shuster (autores de Superman).

Mesmo com um certo sucesso o então dono da National Wheeler-Nicholson acabou se endividando e teve que se associar com Harry Donenfeld e Jack Liebowitz que viram nos quadrinhos uma forma de lavar o dinheiro ganho com bebida falsificada, armas ilegais e revistas pornográficas.

E foram eles que viram o verdadeiro potencial das comics para atingir um público mais jovem.

Resolveram então criar a revista Detective Comics em 1937.

Foi com o sucesso dessa revistas que a partir de 1940 todas as capas de revistas da National estampavam um círculo com as iniciais “DC”.

Os fãs passaram a chamar a editora assim, mas foi só em 1977 que o nome foi alterado para DC Comics.

Junto com todas as outras mudanças que aconteciam nas revistas mensais nos bastidores Donenfeld e Liebowitz compraram a parte de Wheeler-Nicholson da National em 1938 e ele deixou a sociedade.

A nova diretoria decidiu buscar um novo título para lançar e precisavam de um herói que tirassem as contas do vermelho.

Era de Ouro (Nasce o Homem de Aço)

80 anos da DC Comics - Era de Ouro

A primeira grande Era dos quadrinhos nesses 80 anos da DC Comics surgiu com a estréia do Superman.

Estreando na Action Comics 1 em junho de 1938 e se tornou um sucesso de vendas.

Você deve conhecer a capa uma das mais famosas da história dos quadrinhos.

Os criadores Siegel (roteiro) e Shuster (arte) trabalhavam na criação do personagem desde 1933 e trouxeram um novo conceito de heróis para a National.

Com a consolidação do personagem outros superseres foram criados e deram início a Era de Ouro dos super heróis.

Essa inovação não ficou restrita apenas a DC Comics, então National. Mas editoras como Fawcett, Quality e Timely (que se tornaria Marvel) buscaram seguir a nova tendência e criaram seus próprios super heróis.

Daí então o sucesso foi iminente e a editora passou a criar cada vez mais heróis nesses novos moldes como: Flash, Lanterna Verde, Gavião Negro, Capitão Marvel, Átomo, Pantera, Dr. Meia-Noite e a Sociedade da Justiça.

A 2ª Guerra Mundial ajudaram as histórias em quadrinhos a se difundir ainda mais pois os super heróis passaram a lutar contra ameaças nazistas.

Era de Prata – Novas origens

80 anos da DC Comics - Era de Prata

A Era de Prata dos quadrinhos foi marcada pelas reformulações nos super heróis, algo que passou a ser comum no decorrer desses 80 anos da DC Comics.

Nessa época em meados dos anos 50 o principal título que sofreu alterações foi o Flash.

Essas alterações e reformulações pelas quais as histórias em quadrinhos estavam passando foram devidas a criação do Comics Code Authority.

O Comics Code Authority era um selo de aprovação pelo qual todas as histórias em quadrinhos tinham que passar para serem publicadas.

Esse selo foi criado após diversos especialistas em psicologia e afirmarem que os quadrinhos estavam influenciando negativamente os jovens da época.

Apesar de ter sido uma época tortuosa para os quadrinhos de super heróis eles acabaram se mantendo firmes e evoluíram consideravelmente.

Era de Bronze

80 anos da DC Comics - Era de Bronze

Com a evolução do genero sci-fi (ficção científica) os quadrinhos dos anos 70 e 80 ficaram conhecidos como a Era de Bronze.

Nessa nova Era já sem a opressão do Comics Code Authority os quadrinhos evoluíram para histórias mais sérias e sombrias com um tom mais adulto.

Durante essa nova direção tomada pelos quadrinhos tivemos a DC Comics inovando com a contratação de artistas britânicos para atender a nova demanda.

Foi assim que nomes como Neil Gaiman, Garth Ennis, Grant Morrison e Alan Moore se juntaram a editora e criaram algumas de suas obras primas como:

  • Sandman
  • Hellblazer
  • Preacher
  • A Piada Mortal
  • Watchmen

Foi ainda nessa época que vimos a popularização dos anti-heróis como Lobo e Exterminador. Além é claro da versão mais séria e violenta do Batman com O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller.

A Era de Bronze definiu a base para os quadrinhos até a atualidade tendo diversas reformulações que se baseavam no que havia sido desenvolvido nesse período como por exemplo o quadrinho do Batman – Ano Um que é frequentemente citado como a sua origem melhor elaborada.

Mas em 80 anos de DC Comics os quadrinhos nem sempre foram a principal forma de reconhecimento dos personagens.

Adaptações para TV e Cinema

Filmes, desenhos animados e séries de TV fazem parte de uma história de sucesso da DC Comics.

A popularização dos super heróis da DC Comics e dos quadrinhos como um todo se deve muito as diversas empreitadas multimídia que a empresa fez ao londo dos seus 80 anos.

DC na TV

80 anos da DC Comics - DC na TV

Se você conhece e acompanha séries como Arrow, Flash e Smallville saiba que muito antes dessas adaptações a DC Comics já teve séries sobre Superman, Superboy, Batman, Capitão Marvel e Flash.

Presente na TV desde os anos 50 a DC Comics adaptou mais de 10 séries live-action e está para adaptar mais 8.

Vamos ver as séries já adaptadas até hoje:

  1. Adventures of Superman (1952 – 1958), com 6 temporadas a série criou um mercado consumidor de milhões de jovens.
  2. Batman (1966–1968), teve 3 temporadas e é até hoje uma das séries mais citadas de personagens de histórias em quadrinhos.
  3. Shazam! (1974–1976), contou com duas temporadas.
  4. Wonder Woman (1975–1979), com 3 temporadas foi a série de maior sucesso da época.
  5. Superboy (1988–1992), com 4 temporadas foi uma série considerada muito criativa por conta de seus roteristas serem pessoas ligadas aos quadrinhos.
  6. The Flash (1990–1991), com apenas uma temporada a série foi encerrada pelos problemas com alto orçamento e baixa audiência.
  7. Lois & Clark: The New Adventures of Superman (1993–1997), com 4 temporadas Lois & Clark trouxe para as telas de TV a dinâmica do casal muito mais do que as aventuras do herói.
  8. Smallville (2001–2011), com 10 temporadas é a série de super heróis mais longa até hoje produzida.
  9. Birds of Prey (2002–2003), com apenas uma temporada a série foi cancelada pela baixa audiência.

Atualmente a DC Comics trabalha na produção de 5 séries que estão no ar: Arrow, Flash, Gotham e Constantine.

Com exceção de Constantine, todos as outras séries conquistaram boas críticas e audiência.

E não para por aqui, pois ainda estão sendo desenvolvidas possíveis séries da Supergirl, Jovens Titãs, Super Choque e Krypton.

E dos selos mais adultos como Vertigo deveremos ter Lúcifer, Preacher, DMZ e Scalped.

Mesmo com a popularidade das séries de TV live-action a DC Comics nesses seus 80 anos teve ainda mais suesso nas séries animadas.

Séries Animadas

80 anos da DC Comics - Series Animadas

Desde os anos 60 vem sendo produzidas diversas séries animadas baseadas nos personagens da DC Comics.

Dentre as mais famosas temos:

  1. Adventures of Superman
  2. Superamigos
  3. Batman: A Série Animada
  4. Batman do futuro
  5. Super Choque
  6. Liga da Justiça
  7. Liga da Justiça Sem Limites
  8. Jovens Titãs
  9. O Batman
  10. Legião dos Super-Heróis
  11. Batman: Bravos e Destemidos
  12. Justiça Jovem
  13. Lanterna Verde: A Série Animada
  14. A Sombra do Batman

Dessas adaptações animadas para a TV destacam-se Superamigos, Batman: A Série Animada e Liga da Justiça. Essa ultima que ajudou a difundir ainda mais os heróis da DC Comics no mundo inteiro.

Em paralelo com as séries animadas os filmes em animação marcam um sucesso que a DC Comics ainda perdura em conseguir nas versões em live-action.

Filmes live-action – Universo Cinematográfico da DC

Falamos de forma mais abrangente sobre o universo cinematográfico da DC Comics nesse artigo sobre o filme Batman v Superman – Origem da Justiça.

Algumas curiosidades sobre os 80 anos da DC Comics

80 anos da DC Comics - Curiosidades

Com tanto tempo de existência vamos olhar pra trás e ver algumas curiosidades sobre a DC Comics:

#1 – DC Comics no Brasil

No Brasil quando os primeiros quadrinhos da DC Comics foram apresentados ao grande público houveram adaptações nos nomes dos personagens.

Em Superman Clark Kent era o Repórter Edu. Batman era o Morcego Negro e Gotham City se tornou Riacho Doce. E claro o famoso Joel Ciclone que seria o Flash.

#2 – Duplas Mirins

As duplas mirins foram uma aposta da DC Comics ao tentar dar um ar mais leve as histórias do Batman.

Eles acreditavam que dando ao Homem-Morcego um ajudante teriam uma identificação maior com o público.

Com esse tiro certeiro outros heróis passaram a ter o chamado “sidekick”.

#3 – Poder as mulheres

A DC Comics foi a responsável por trazer a um universo até então exclusivamente masculino a primeira super heroína, a Mulher-Gavião.

Entretanto, ela era apenas a parceira do Gavião Negro e não tinha tanto espaço.

Foi só em 1941 com a criação da Mulher Maravilha que a DC trouxe uma representante feminina que viraria um ícone.

#4 – Primeira Superequipe

Em 1940 a DC Comics teve a idéia de unir vários de seus heróis na revista All Star Comics e criou a Sociedade da Justiça, a primeira Superequipe dos quadrinhos.

Com sua primeira formação sendo: Átomo, Espectro, Flash, Gavião Negro, Homem-Hora, Lanterna Verde e Sandman (Wesley Dodds).

#5 – Comoção pelo mundo

Em 1992 a saga da Morte do Superman teve uma repercussão na mídia até então nunca vista. A saga colocou o personagem no topo das vendas.

Com a abordagem tomada foi a primeira vez que uma história em quadrinhos caousou tanto impacto nas mídias ao redor do mundo.

#6 – Deficiência em evidência

Em 1941 a DC Comics abordou pela primeira vez a deficiência física em um de seus super heróis.

O personagem chamado Dr. Meia Noite era retratado como um médico que ficou cego após a explosão de uma granada.

O herói não teve grande popularidade e é esquecido do público, mas já lutava sobre a superação da deficiência visual 20 anos antes da Marvel criar o Demolidor.

#7 – Logo Marca

Apesar de termos a marca da DC Comics já gravada em nossas mentes em 2008 após processar a empresa DC Shoes por usar um logo idêntico, foi descoberto que a empresa não tinha os direitos reservados sobre a logomarca.

Em resposta a DC Shoes processou a editora por uso indevido.

Responsável por inovar o mercado diversas vezes e criar personagens tão queridos pelo público a DC Comics tem muito o que comemorar nesses 80 anos.

Como fã de quadrinhos é ótimo ver que mesmo depois de tanto tempo ainda há espaço para novas ideias e crescimento.

E se você gosta da DC Comics ou é fã de quadrinhos em geral deixe sua opinião nos comentários e compartilhe o artigo com seus amigos.

Vida Longa e Próspera!