Crítica: Fade Out – Suicídio Sem Dor

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

0 Flares Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Crítica Fade Out - Suicídio Sem Dor

Fade Out – Suicídio Sem Dor é uma HQ nacional com roteiro de Beto Skubs, arte de Rafael de Latorre e cores de Marcelo Maiolo. Você a essa altura já deve conhecê-los bem já que o Canal NERD entrevistou eles nas ultimas semanas. Se você ainda não os conhece ou não lembra aqui vai um pequeno resumo:

  • Beto Skubs – É roteirista de cinema e TV, já escreveu, dirigiu e produziu vários curtas, hoje estuda roteiro de cinema nos Estados Unidos.
  • Rafael de Latorre – Tem trabalhos de ilustração na área editorial e publicitária. Desenhou a HQ “Os últimos dias de Michael Jackson” para o site G1.
  • Marcelo Maiolo – Colorista profissional desde 2005, tem trabalhos publicados pela Dark Horse, Dynamite e DC Comics.

Sinopse de Fade Out – Suicídio Sem Dor:

Kurt quer se matar, mas ele não tem a menor idéia de como fazer isso sem ir pro inferno, ficar mal com os amigos ou chatear a mãe. Além disso ele achou o gosto da arma muito ruim. Ele tem que cuidar da namorada maluca, da mulher perfeita que acabou de conhecer e ainda pegar um serial killer antes de morrer. Como é que Kurt vai cometer Suicídio Sem Dor?

Crítica: Fade Out - Suicídio Sem Dor

A crítica

Fade Out começa pelo fim, e a cada página nos faz perguntar e pensar como a história chega aquele ponto.

Na história Kurt é um garoto reclamão que está insatisfeito com a vida e que por motivos que ele mesmo desconhece quer deixar de viver. O conflito entre o quanto a morte pode ser dolorosa e como sua morte iria afetar a vida de outros mostra que o personagem na verdade passa por um momento de decisões e a decisão de se matar ou não é apenas uma forma de se sentir importante na vida dos outros ao seu redor.

No meio desse turbilhão de emoções Kurt precisa se dividir entre cuidar de sua namorada “única”, de uma mulher estonteante que o entende como ninguém e um serial killer a solta. A narrativa da história é bem objetiva e nos leva pelas partes importantes da história de forma fluida. Os desenhos e as cores dão um tom contrastante com o tema, o que deixa a HQ com um visual leve e divertido.

Latorre e Maiolo fazem um excelente trabalho gráfico enquanto Skubs arremata com uma história que prende o leitor que quer saber como será o desfecho que inicia a história. Não é atoa que a história irá concorrer ao troféu HQ Mix.

Se você não leu Fade Out – Suicídio Sem Dor deveria! E se eu não te convenci veja as entrevistas dos autores dessa obra e deixe que eles mostrem o quanto vale a pena ler.

Se você ainda não tem o Canal NERD no facebook corra já para a nossa página CanalNERDOficial, e nos siga no twitter, @CanalNerd.